quarta-feira, 16 de abril de 2014

Vida alheia


Julgar o próximo é fácil, o difícil é você estender a mão e dizer: - Eu vou te ajudar!

As aparências enganam pessoal!!! Hoje talvez você julga alguem pelo que ela veste, fala ou faz, as vezes você é a vitima o "julgado". Aprendi que não importa se as pessoas não dê nada por você, o importante é aquilo que você é para Deus, a intenção do seu coração só Deus conhece, por isso as vezes você é julgado, mas o que vem de Deus é o melhor, e isso lhe faz vencedor. Mas talvez você tem o "dom" de julgar, julga o próximo o conhecendo ou não, o que você precisa fazer é cuidar da sua vida! Desculpe-me falar desta maneira, mas nem Deus te crucificá pelos seus pecados e você fica ai julgando as pessoas.
O que você não quer para você, não dê para os outros, pois, quem planta, colhe e quem da recebe. Ou seja, o que você for para o próximo, o próximo sera contigo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário