sábado, 7 de dezembro de 2013

Seguindo em frente


Isaías 60:1-5

"Dispõe-te,..." Alguém que dispõe, é alguém que se coloca á total disposição de algo ou de alguma pessoa independentemente das circunstâncias. É alguém que mesmo em dano próprio se propõe a cumprir algo.
Dá de si, do seu tempo e de tudo aquilo que possui.
",...e a glória do Senhor nasce sobre ti." Quando nos colocamos é total e inteira disposição de Deus procurando a Sua vontade, as mudanças na nossa vida começam a acontecer e isso torna-se visível a quem nos rodeia.
É uma transformação que vem do inteior, á medida que a Palavra de Deus muda a nossa maneira de pensar e reagir perante as situações.
A nossa visão das coisas altera-se na medida em que deixamos Deus tratar com o nosso carácter.
É a Palavra de Deus que nos molda e adapta e nunca o oposto.
Não é necessário ter muitos ou profundos conhecimentos de Teologia para que Deus Se possa mostrar ou revelar em nós e através de nós.
É simplesmente necessário que coloquemos em prática os princípios básicos do cristianismo, que já conhecemos, no nosso dia-a-dia.
Apesar de isso parecer relativamente fácil é uma luta diária.
Sabemos, no entanto, que não estamos a lutar sozinhos... O Espírito Santo está ao nosso lado nos capacitando.
Temos igualmente armas para lutar, dadas pelo Próprio Deus:
- A Palavra de Deus;
- O Sangue de Jesus;
- O Nome de Jesus;
- A Oração;
- O Louvor e a Adoração;
- Etc...
As vitórias que alcançamos são resultado das batalhas que travamos, não acontecem do nada.
A nossa atitude, fé e preserverança determinam as nossa vitórias...ou não.
São as vitórias, além do testemunho, que vão mostrar a quem nos rodeia a presença de Deus na nossa vida.
Muitas vezes a palavra "vitória" é apenas associada a grandes situações como a cura de uma doença...coisas mais "públicas".
No entanto as verdadeiras e mais saborosas vitórias são privadas e particulares.
É conseguir dia após dia resistir a dizer, fazer ou pensar algo que sabemos não estar de acordo com a Palavra de Deus, como roubar, mentir, matar, murmurar, etc...
Dessa maneira vivemos todos os dias em vitória diante de Deus...mas muitas vezes ninguém sabe que essa vitórias existem e têm tomado lugar na nossa vida.
São estas pequenas/grandes vitórias, que há medida que vão acontecendo, acabam por todas juntas revelar o poder transformador de Deus no que somos e nos que fazemos.
"Porque eis que as trevas cobrem a terra, e a escuridão, os povos." Isaías 60:2a
A Palavra de Deus declara que o mundo jaz no maligno (I João 5:19) ou seja carece e padece do conhecimento de Deus e do sacrifício de Jesus na Cruz do Calvário.
Se não houver nada de diferente em nós, aqueles que não crêem jamais terão vontade de conhecer e saber mais sobre Jesus.
O Evangelho tem de nos tocar primeiro a nós e transformar a nossa maneira de viver.
Somente depois disso estaremos aptos e em condições de o apresentar a quem está ao nosso redor e que tanto dele necessita para encontrar o sentido da vida.
Deus pode fazer tudo isso e muito mais, apenas precisamos abrir o nosso coração e deixar que Ele entre e faça as transformações que bem entender para nos tornar cada vez mais semelhantes a Cristo.
"...mas sobre ti aparece resplandecente O Senhor, e a Sua Glória se vê sobre ti." Isaías 60:2b
"Então O verás e serás radiante de alegria; o teu coração estremecerá e se dilatará de júbilo..." Isaías 60:5a
É isto que acontece a quem é VERDADEIRAMENTE transformado por Cristo. Apesar das circunstâncias, a alegria do Senhor e a confiança Nele dão-nos a capacidade de continuar.
Esta alegria é fruto de um relacionamento íntimo e profundo com O Senhor, assim como a certeza plena do Seu amor e do perdão dos nosso pecados.
Nunca fruto de uma religião...nunca...
Ainda que por vezes nos seja difícil acreditar que os nosso pecados foram perdoados, tanta foi a borrada que fizemos, esta é a chave para prosseguir em frente.
É vital que tenhamos nos nossos corações gravada a verdade que Deus não nos ama nem olha para nós da mesma maneira que os homens.
Ele e só Ele pode ver e saber coisas a nosso respeito que muitas vezes nos fazem agir de determinada maneira e que quem nos conhece não entende.
Esses "traumas" só podem ultrapassados pelo poder de Deus.
Nenhuma outra pessoa, por mais que nos ame, tem a capacidade de curar as nossas feridas.
Nenhum outro "amor" pode fazer com que acreditemos em nós próprios e nos amemos e aceitemos da maneira que somos.
Deus nos criou únicos e ao fazermos comparações com A, B ou C vai dificultar ainda mais a Sua tarefa em nos limpar e colocar no lugar certo para O servir.
Eu escrevo todas estas palavras com conhecimento de causa, não é através do que já ouvi falar...
Muitas vezes eu mesma tenho a tendência de me refugiar na auto-piedade e ser indulgente comigo mesma, com os meus erros e falhas...mas em todos os dias eu relembro-me que tenho um Deus de amor que não deixa nem desampara...

Nenhum comentário:

Postar um comentário