segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

O pouco quando ofertado com amor se torna muito



Foi assim com uma personagem da Bíblia que era conhecida como a viúva pobre. Essa mulher estava juntamente com pessoas ricas dentro do templo, e “estando Jesus a observar, viu os ricos lançarem suas ofertas no gazofilácio. E viu também esta viúva pobre lançar ali duas pequenas moedas; e disse: Verdadeiramente, vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos. Porque todos estes deram como oferta daquilo que lhes sobrava; esta, porém, da sua pobreza deu tudo o que possuía todo o seu sustento”.
O que temos ofertado para o nosso Deus? Será que temos entregado somente aquilo que nos tem sobrado ou temos entregado tudo o que temos, mesmo sabendo que esse tudo pode nos custar muito?
O Senhor conhece nossos corações. Ele está nos observando em todo o tempo, sabe como estamos agindo. Foi assim perante aquelas pessoas no templo, os ricos tinham muito e entregavam as sobras e a mulher pobre já não possuía nada e o que tinha ela entregou de todo coração.
Essa mulher amava o Senhor por isso tamanha atitude. Quando amamos alguém damos o nosso melhor. Deus agiu desta forma quando entregou seu filho para nós salvar “Ele amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).
Quando entregamos o nosso melhor para Deus estamos demostrando também o nosso amor e devoção por Ele.O nosso melhor não se baseia somente em dar ofertas, mas sim, no tempo que dedicamos em oração, leitura da palavra, adoração, serviço, em nossas atitudes com o próximo e em dar e receber perdão; tudo isso com sinceridade de coração que é o que importa para Deus.
Deus não está observando a quantidade daquilo que você tem para ofertar e sim, a qualidade desta oferta. Ele está observando à inteireza do seu coração e o teu amor por Ele. "Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força" (Marcos 12:30), quando agimos assim, verdadeiramente conseguimos entregar tudo a Deus. Devemos ser sinceros para com Deus, pois Ele sonda nossos corações, conhece nossas intenções e se alegra diante disto. “Abomináveis para o Senhor são os perversos de coração, mas os de caminho sincero é o seu prazer” (Provérbios 11: 20).

            Oremos a Deus como Davi orou: “Bem sei, meu Deus, que tu provas os corações e que da sinceridade te agradas; eu também, na sinceridade de meu coração, dei voluntariamente todas estas coisas” ( 1Crônicas 29:17b) e entreguemos a Ele tudo que temos, tudo que somos e tudo o que viermos a ser para o louvor da Tua Glória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário