quinta-feira, 11 de abril de 2013

Como Vencer a Timidez - Parte III



Como aumentar a autoestima?

Se conhecendo de verdade: Como se pode se gostar de algo que não se conhece? Dessa forma para gostar mais de si mesmo é necessário se conhecer, para isso tire algum tempo do seu dia para se observar, não digo apenas fisicamente (o que é um ótimo começo), mas observe também como você está se sentindo agora e a cada momento do dia.

Valorizando o que você faz: é muito provável que você faça alguma coisa muito bem, talvez você cozinhe bem, talvez seja organizada, dance bem, ou seja, uma boa professora. Não importa, tenho certeza que você tem algum talento, você é capaz de fazer algo que faz com que outras pessoas te elogiem e te admirem. Se você é capaz de fazer algo assim, é por que você pode fazer muitas outras coisas bem.

Aceitando seus defeitos: não adianta tentar esconde-los ou fazer de conta que eles não existem, por que você irá sempre se lembrar deles. Se for possível faça algo para mudá-los, se não for, os aceite, afinal você não é a única pessoa no mundo com esse problema.

Cuidando de si mesmo (a): invista mais tempo e dinheiro em você mesmo, pessoas com baixa autoestima tendem á passar muito tempo tentando mostrar que são ótimos profissionais, que são bem sucedidos financeiramente (tipo assim: eu sou feio, mas tenho dinheiro) que acabam por deixar a si próprios de lado. Frequente uma academia, compre boas roupas para você, faça um tratamento de pele etc... Isso vai te ajudar a encontrar a beleza que você estava escondendo.

Aceitando os elogios que te fazem: quem possui baixa autoestima, costuma ter uma modéstia exagerada, na verdade eles se julgam não merecedores de elogios. Eu me lembro de que toda vez que alguém me elogiava eu me sentia uma fraude, até que alguém me disse que um elogio é como um presente, quem te faz um elogio sente que ele serve em você, e da mesma forma que é falta de educação recusar a um presente é falta de educação recusar um elogio.

Diminuindo a autocrítica: todo mundo erra e todo mundo tem defeito, mas quem tem pouca estima por si mesmo só consegue ver os próprios erros e defeitos e geralmente são extremamente críticos quanto a eles. Se você analisar isso mais a fundo vai notar que isso é de um egocentrismo enorme, afinal por que todo mundo pode errar menos você?

Esquecendo o passado: como eu já mencionei, coisas que aconteceram no passado, principalmente no período da infância acabam por moldar a nossa autoestima, principalmente as coisas que nossos pais nos falaram: “você não faz nada direito”, “você é uma besta mesmo” isso realmente magoa e fica gravado para vida toda. Mas é necessário lembrar que essas são coisas ditas na hora da raiva e não são carregadas de verdade são apenas uma forma de punir ou agredir.

     O que hoje é conhecido como bullying é outro fenômeno que abala a autoestima de uma pessoa, quem recebe apelidos e sofre com brincadeiras de mau gosto, termina por acreditar que é aquilo que todos dizem (feio, gordo, esquisito etc...) e que não pode fazer nada para mudar isso. Mas isso é um engano você não é mais aquela criança que sofria bullying ou era criticada pelos pais.
Veja o que você pode fazer para superar o seu passado

Tendo a sua própria opinião: se você quer melhorar a sua autoestima comece por dar valor a sua própria opinião, se você gosta de si mesmo e do que você faz não importa a opinião do outro.

Entendendo o outro: se apesar do que eu disse você ainda se importa muito com a opinião do outro e gostaria de ser admirado e aceito eu vou te dar a receita: as pessoas se apaixonam por quem as ouve e ama quem as aceita.

Aprendendo a se mostrar: se quer que as outras pessoas gostem de você (isso é realmente bom par autoestima) então mostre as pessoas quem você é e o que você faz. Como elas vão gostar de algo que não conhecem? Arrisque-se e se mostre afinal como disse Raul Seixas: “O caminho do risco é o sucesso”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário