quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Falta de Convivência


Passei toda manhã, me cobrando para postar algo aqui no blog, pedia direção ao Espirito Santo, mas nada !
No começo da tarde a mesma situação, fiquei o dia todo com isso na cabeça, dizia: - Ah Senhor dai-me uma inspiração ! Até que me deparei na sala sozinha, fiquei pensativa, e por fim o Espirito Santo, soprou uma inspiração.
É algo meu mesmo, que eu vivenciei, creio que será útil para todos vocês. Vamos lá !

As pessoas a minha volta vivem me cobrando, querendo mais de mim, sempre mais, mais e mais. Tudo bem eu entendo, o que devo fazer ? Conviva com as pessoas ao seu redor que você não tem muito contato.
Já que me cobram tanto, vamos fazer ? Até aqui ninguém entendeu nada né ?
O que mais desejam é me ver andando com minhas companheiras de obra, só que no meu circulo de amizade, elas fazem parte, mas são minhas companheiras de obra.
Algumas semanas atrás, algumas de nós saímos, mas cada vez que saímos por quase sempre me decepciono  . Sabe por quê ? Elas não me conhecem o suficiente e insistem em sempre dizer aquelas coisinhas bobas... Vejamos: Desde quando eu me entendo por gente, sou a mesma pessoa, não falo a respeito do Espirito Santo não nada disso ! Mas minha maneira de falar, sempre fui diferente, pessoal eu falo assoprando e assobiando ! É para mim reconhecer isso ultrapassei fronteiras (rsrs) além de falar assim, tenho um sotaque diferente, pode ser por somente eu de minha casa ser 'Paulista' falo puxado, as vezes meus erros de português brigam comigo (rs), mas esse é meu jeito, não moro no RJ, mas tenho um problema com o 'R' , não moro em MG, mas soou legal, dentre muitos outros lugares, creio que se sou assim é por um propósito de Deus, meus pais não são Paulistas, mas falam mais como Paulitas do que eu, uma coisa que eu não puxei de São Paulo, foi o linguajar. Não adianta eu querer mudar, porque já tentei, quando quero falar um português certinho, me canso, mas me da uma falta de ar, uma falta de ar ! Que desisto.
Esse é algo meu, mas por não ter contato com alguns companheiros de obra, quando saiu com eles, é sempre assim: Por que ta falando assim ? Você fica fazendo aula com alguém para falar desse jeito !
Ainda não tive a oportunidade, mas quando tiver sem duvidas vou mandar essa pessoa passar somente 24 hs ao meu lado, para ver se faço aula com alguém.
Não tenho o 'porquê' querer ser algo que não sou, olha se alguém conviver comigo, vai pegar alguns costumes meus, um caso mais recente é de uma amiga minha, antes de nos conhecermos ela falava normal, como todos Paulistas, mas com nossa mega convivência, ela está falando quase igual a mim, agente se fala pelo celular, as vezes paro e fico dando risada dela, pois parece que minha voz está voltando, mas sabe o que é isso ? Convivência, ela me aceita como sou, da maneira que eu falo, pois convive comigo, ela mora em outra cidade daqui de SP mas é como se morasse do outro lado da rua. Já alguns companheiros de obra, convivo mais tempo, mas meus costumes não são adequados a eles, mesmo fazendo parte do meu dia a dia não compreendem está minha maneira de falar. Ontem estávamos alguns conversando, um obreiro disse para a outra olha como ela fala e dava risada, mas porque ele sabe que essa é a maneira que falo normalmente e que não preciso da aula de ninguém para aprender a falar. Depois não adiantam perguntar por que sou tão reservada, pra mim ser reservada e ficar na minha é um dom do E.S. pois realmente quando encontro alguém assim como eu, fico encantada com a pessoa, porque é assim que devemos ser, reservados . Mas também respeitados.
O que quero passar para vocês é o seguinte: Ninguém tem o direito de julgar ninguém, nem pela pessoa ser reservada, ou fechada, (Se ela é fechada é porque existe u motivo, talvez o motivo seja por você falar mais da vida dela e não saber absolutamente nada !) nem pelo modo de se vestir, (Até para se vestir, pode ter algum motivo) pelo jeito de falar, (Esse é meu caso, mas existem outros) ou seja de quaisquer outras coisas.
 Veja:

"Antes de julgar a minha vida ou o meu caráter...
Calce os meus sapatos e percorra o caminho que eu percorri, viva as minhas tristezas, as minhas dúvidas e as minhas alegrias. Percorra os anos que eu percorri, tropece onde eu tropecei e levante-se.E então, só aí poderás julgar.Cada um tem a sua própria história!!!
Não compare sua vida com a dos outros. Você não sabe como foi o caminho que eles tiveram que trilhar na vida...

Está vendo ? Ninguém é perfeito, podem me julgar a vontade, mas antes faça  o que fiz, passe por tudo que já passei.  Meu jeito de falar, eu não encontrei nas novelas, nos filmes, muito menos me deparo todos os dias na frente de um computador, assistindo videos para aprender a falar.
Em qualquer situação ou pessoa, olhe para sua vida primeiro. Será que não tens feito isso com alguém ? Reclamado demais, falado demais, criticado demais, sendo infantil demais e ter falado baboseiras para as pessoas ? Analise-se não sei porque este post' chegou a você, mas saiba que foi o Espirito Santo que permitiu e fez você ler até o fim.

E para as pessoas que são criticadas até mesmo na maneira de falar, liga não Deus tem um grande propósito em sua vida, mas esse propósito só será realizado se você falar dessa forma.

Vejam mais ou menos como eu falo Clique aqui

Compartilhe este post' talvez no seu Facebook alguém esteja precisando dessa palavra.

Que Deus abençoe a todos desde já !




2 comentários:

  1. Sthefany o seu post me ajudou muito... Domingo depois da reunião me chamaram de careta, por causa do meu jeito reservado e quando cheguei em casa fui orar e estava meio angustiada, ai lembrei que na oração que Jesus ensinou diz: Assim como nos perdoamos a quem nos tem ofendido, orei pela pessoa e estou ótima pq sei quem sou pra Deus...

    ResponderExcluir
  2. Querida Dilvanete, isso é o que mais importa, o que somos para Deus.
    Seja reservada mesmo, pois te ajudara não só como agora, mas lá na frente, vai por mim.

    ResponderExcluir