quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Complicada...



Já tive muito medo
medo de ser esquecida
de ser substituída
já tive muito medo da vida...
Já precisei me esconder
do passado acusador
do presente solitário
do futuro ameaçador...
Já corri pra longe
dos desejos
das vontades
do desconhecido
Já quebrei promessas
falei o que não devia
esqueci datas importantes
já magoei quem não devia...
Infelizmente sou humana
sou imperfeita
deveras insuficiente
sou assim sem predicados
Mas por tantas e outras
que Tu me amas, me amas!
porque sabes que eu não posso
não sozinha, não sem Ti
Ah, Senhor... pra onde irei?
Não posso ficar longe de Ti...
Sthefany

Nenhum comentário:

Postar um comentário